O Projeto

O projeto “SBS Memória” tem o objetivo de disponibilizar documentos que marcaram a história da Sociedade Brasileira de Sociologia e sua atuação na institucionalização e consolidação do campo da Sociologia no Brasil.

Consta de dois momentos simultâneos:

1a) recuperação da documentação física da SBS para digitalização.

1b) complementação das informações dos anais a partir da digitalização de documentos que estão sendo inseridos no site.

2) Criação de um acervo de bionotas e indicações bibliográficas, inspiradas e em colaboração com o blog da BVPS (Biblioteca Virtual do Pensamento Social), daqueles(as) profissionais, acadêmicos ou não, que se destacaram na construção do campo da Sociologia no Brasil e de sua institucionalização. As bionotas pretendem celebrar a memória e a trajetória desses profissionais, atores principais desse processo.

As bionotas serão divididas temporalmente em três momentos, que serão observados de forma flexível, uma vez que os diversos atores, em suas trajetórias, em geral vivenciaram mais de um dos momentos utilizados como forma de marcar a construção do campo.

O primeiro deles, chamado de “Os precursores”, referem-se aqueles profissionais que acompanharam, de alguma forma o surgimento da SBS e dela participaram em comissões e diretorias. Ou ainda que se destacaram enquanto sociólogos ou acadêmicos no período entre 1937 e 1964.

O segundo momento, “Resistências e reorganização”, acompanha os 20 anos da ditadura militar, de 1965 até 1985, da repressão e suas consequências em termos de aposentadorias e exílios compulsórios, suas contradições e paradoxos, como o surgimento de centros de pesquisa e a estruturação da pós-graduação e pesquisa no país.

O terceiro momento, “Expansão e consolidação do campo”, marca a retomada das atividades da SBS em 1986, com a pós-graduação em expansão nacionalmente, com surgimento de uma nova geração formada no país e no exterior e a consolidação da pesquisa em sociologia a partir da democratização. O ano de 1986 marca também não apenas a reorganização da SBS, mas também a regularização de seus congressos anuais.

Dado o grande número de profissionais desses três períodos e a dificuldade de trabalharmos apenas com esses recortes temporais, a proposta é que as bionotas sejam realizadas simultaneamente. Em outros termos, serão solicitadas bionotas referentes aos profissionais que tiveram algum destaque, nacional, regional ou mesmo local, em algum dos três períodos selecionados. Para os profissionais na ativa, temos como recorte etário 65 anos ou mais, o que os insere no período histórico deste projeto.

As contribuições deverão ser encaminhadas em formato Word para sbsmidia@gmail.com, com o nome e vinculação institucional do/a autor/a. Os membros da comissão farão uma revisão/normatização do material recebido e irão encaminhar para a publicação.

O texto deverá conter no máximo 5500 caracteres ou  aproximadamente 1000 palavras, o que perfazem  até três laudas, sem as referências bibliográficas  resumindo as principais informações sobre o/a biografado/a: data e local de nascimento e morte (quando for o caso), dados da  formação acadêmica e da vida profissional, redes e contextos intelectuais, contribuição para o campo de estudo, pesquisa, e outras atividades relevantes. Ao final, incluir seleção de até cinco itens bibliográficos – do/a biografado/a). Preferencialmente, agregar uma foto.

As bionotas serão disponibilizadas no site da SBS na aba SBS-memória/ Retratos: sociólogas e sociólogos brasileiros e divulgadas semanalmente em nossas redes sociais. Posteriormente comporão a coletânea de e-books Retratos: sociólogas e sociólogos brasileiros. O primeiro volume já está disponível para download em nosso site com as primeiras 81 bionotas.

 

Comissão organizadora

Jacob Carlos Lima (UFSCar)
Helena Bomeny (UERJ)
Ana Luisa Fayet Sallas (UFPR)
Lidiane Rodrigues (UFSCar)
Rodrigo Bordignon (UFSC)
Anete Leal Ivo(UFBA)
Cristiano Ramalho (UFPE)
Danyelle Linin Gonçalves(UFC)
Glaucia Villas Boas (UFRJ)
Luciana Teixeira (PUC-Minas)
Amurabi de Oliveira (UFSC)
Maria Stela Grossi Porto(UnB)

Blog SBS

Facebook SBS

Hoje, às 19h, no canal da SBS no YouTube, temos mais uma sessão dos Seminários Internacionais de Pesquisa Hip Hop em Trânsito.O tema da mesa de hoje é "Hip-hop: direito à educação e à memória" e conta com a participação de Martha Diaz (Hip-Hop center education), Profa Ana Lucia Silva Souza (UFBA), e mediação de Cristiane Dias (USP). O Seminário Internacional de Pesquisa Hip Hop em Trânsito | “Hip-Hop: direito à educação e à memória” é promovido em parceria com o Centro de Estudos e Migrações Internacionais (CEMI-UNICAMP), o Programa de Pós-graduaçãp em Sociologia da UEL e o GT 6 Formas e Experiências Culturais Periféricas da Sociedade Brasileira de Sociologia. Não perca! ... See MoreSee Less
Veja no Facebook
É amanhã, às 14h, no canal da SBS no YouTube!Não perca! ... See MoreSee Less
Veja no Facebook
Seminário Internacional: “Hip-Hop: direito à educação e à memória” da linha de pesquisa “Hip-hop em Trânsito” do Centro de Estudos e Migrações Internacionais (CEMI-UNICAMP). Seminário promovido pelo CEMI, PPGSOC da UEL e o GT 6 Formas e Experiências Culturais Periféricas da Sociedade Brasileira de Sociologia. Estes encontros buscam apresentar o campo de pesquisas sobre Hip-hop em níveis nacional e internacional.O último seminário do ano acontecerá no dia 02/12/2021, às 19h, com a presença de Martha Diaz (Hip-Hop center education), Profa Ana Lucia Silva Souza (UFBA), com mediação de Cristiane Dias (USP). Organização: Jaqueline Santos (Cemi) e Daniela Vieira (UEL). ... See MoreSee Less
Veja no Facebook
NOTA DE PESARA SBS se junta à Universidade Federal do Paraná e comunica com pesar o falecimento do professor Pedro Rodolfo Bodê de Moraes do Setor de Ciências Humanas, Departamento de Ciências Sociais da UFPR, no último sábado, 27 de novembro. Pedro Bodê, muito querido pelos colegas e alunos, concluiu estágio pós-doutoral (IESP-UERJ), doutor em sociologia (IUPERJ), mestre em antropologia social (PPGAS/MN/UFRJ) e graduado em ciências sociais (UFF). Era professor adjunto no Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Paraná, professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Direito, ambos da Universidade Federal do Paraná. Teve importante participação como coordenador da Comissão Estadual da Verdade do Paraná e membro do Fórum Paranaense da Verdade, Memória e Justiça. Atuou ainda, diretamente, junto à OAB/PR em temas vinculados ao enfrentamento de violência contra a mulher e da criança e adolescente.Com forte contribuição acadêmica e compromisso com a democracia, Pedro Bodê é referência em estudos e atuação na área da segurança pública. Deixa um legado na área de Sociologia e Antropologia, principalmente nos temas sobre controle social, violência, sistema penitenciário, juventude e criminalização.A SBS, junto à comunidade da UFPR, lamenta a morte do professor e presta os mais sinceros sentimentos aos familiares, colegas e amigos. ... See MoreSee Less
Veja no Facebook

Twitter SBS

#MonitorDoLegislativo | O segundo semestre de 2021 tem sido marcado por debates legislativos de grande impacto na economia e na política brasileiras.
📌 Leia a nota completa: https://anpocs.com/images/stories/boletim/anpocs_comunica/2021-12-Nota12_lei_aniterrorista.pdf

Seminário Internacional: “Hip-Hop: direito à educação e à memória” da linha de pesquisa “Hip-hop em Trânsito” do Centro de Estudos e Migrações Internacionais (CEMI-UNICAMP). Seminário promovido pelo CEMI, PPGSOC da UEL e o GT 6 Formas e Experiências Culturais Periféricas da SBS.

PUBLICAÇÃO NOVA NO BLOG DA SBS!
Panorama SBS | Neste post, Aline Pires discute como a categoria desalento tem sido mobilizada para descrever as novas dinâmicas do mundo do trabalho e como elas atingem de modo específico e intenso os mais jovens.
https://www.sbsociologia.com.br/o-crescimento-do-desalento-no-brasil-reflexoes-sobre-a-juventude-no-atual-mundo-do-trabalho/

Mais [+]