A CUT no início do século XXI: perfil dos dirigentes e desafios da ação sindical

Fernanda Forte de Carvalho

Resumo


Neste artigo apresentamos o perfil dos delegados aos Congressos da Cen- tral Única  dos Trabalhadores (CUT), um comparativo do 8º CONCUT ao 11º CONCUT,  compreendendo o período 2003-12,  momento em que,  a trajetória da CUT se articula com a experiência do início dos Governos Lula e Dilma do Partido dos Trabalhadores - PT. No período em análise, o cenário de reorganização sindical impulsionado pelo  reconhecimento jurídico das centrais sindicais a partir de 2008,  associada à perspectiva de acesso aos recursos do imposto sindical afetou a composição social da CUT e, em certa  medida, a sua organização interna. Neste período, veri- ficamos que há uma tendência a forte dinâmica reorganizativa de caráter interno, associada a uma tendência à estabilização institucional.


Referências


BOITO, A. (1991), O Sindicalismo de Estado no Brasil. Uma Análise Crítica da Estrutura Sindical. São Paulo: Hucitec.

CARVALHO, Fernanda (2013), Os dilemas da CUT no início do século XXI: rumo a uma nova institucionalização sindical? Tese de Doutorado em Sociologia. Universidade de Coimbra.

Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05 de ou- tubro de 1988, São Paulo: Saraiva, 2005.

COSTA, H.A. (2014), “O sindicalismo em questão em tempos de austerida- de”. In: Véras, R.; Bridi, M. A.; Ferraz, M.(orgs.) O sindicalismo na era Lula: paradoxos, perspectivas e olhares. Belo Horizonte: Fino Traço Editora.

CUT (1991) Resoluções do 4º CONCUT. São Paulo: CUT.

CUT (2003) Quem são e o que pensam os Delegados do 8º CONCUT. São Paulo: CUT.

CUT (2006) Quem são e o que pensam Delegados e Delegadas do 9º CON- CUT. São Paulo: CUT.

CUT (2010) Quem são e o que pensam os Delegados e as Delegadas do 10º CONCUT. São Paulo: CUT

CUT (2012) Estatuto. Central Única dos Trabalhadores. São Paulo: CUT. CUT (2013) Perfil dos Delegados e das Delegadas do 11º CONCUT. São

Paulo: CUT

CUT (2014) Plataforma CUT da Classe Trabalhadora. São Paulo: CUT

Diário Oficial da União. Edição Extra, seção I, p.1. Lei nº 11648, 31 de março de 2008.

DIEESE, CAT, CGTB, CUT, Força Sindical, NCST, SDS (2007) Agenda dos Trabalhadores pelo Desenvolvimento. São Paulo: Dieese.

DIEESE, CGTB, CTB, CUT, Força Sindical, NCST (2010). Agenda para um projeto nacional de desenvolvimento com soberania, democracia e valori- zação do trabalho. São Paulo: Dieese.

GIANOTTI, V. (2007), Histórias das lutas dos trabalhadores no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad X.

MORAES, E. (1978), O problema do sindicato único no Brasil. São Paulo: Alfa-Omega.

NASCIMENTO, Cláudio (1998) Sindicato-cidadão. Santa Catarina: Florianópolis (mimeo.).

PANEBIANCO, A. (2005), Modelos de Partido: Organização e poder nos partidos políticos. São Paulo: Martins Fontes.

RODRIGUES, I. J. (1997), Sindicalismo e Política. A Trajetória da CUT. SP: Scritta.

RODRIGUES, L. M. (1990), Partidos e Sindicatos. São Paulo: Editora Ática.

SADER, E. (1988), Quando novos personagens entraram em cena: experiências, falas e lutas dos trabalhadores da Grande São Paulo, 1970-80. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

SANTOS, B. S. (2000), A crítica da razão indolente: Contra o desperdí- cio da experiência. Porto: Afrontamento.

SIMÃO, A. (2012), Sindicato e Estado: suas relações na formação do proletariado de São Paulo. São Paulo: Hucitec.

SOUZA, J. (2012), Os batalhadores brasileiros: nova classe média ou nova classe trabalhadora? Belo Horizonte: Editora UFMG.

VÉRAS, Roberto (2002), Sindicalismo e Democracia no Brasil: Atuali- zações - Do Novo Sindicalismo ao Sindicato Cidadão. Tese de Doutorado em Sociologia. Universidade de São Paulo.

WEBER, M. (2009), Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva, volume 1,4ª ed. – Brasília: Editora da Universidade de Brasília.

WEBER, M. (2009), Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva, volume 2,4ª ed. – Brasília: Editora da Universidade de Brasília.

.....................

http://dx.doi.org/10.20336/rbs.80

DOI: 10.20336/rbs.80


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544

 

Indexado por:

Hispanic American Periodicals Index