A trajetória da formação do professor de sociologia do ensino médio a partir do estudo da disciplina didática

Cassiana Tiemi T. Takagi

Resumo


Este artigo discute a formação do professor de Sociologia da escola média a partir do estudo da disciplina Didática, pertencente ao curso de licenciatura em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo. Considerou-se que o curso de licenciatura da USP, por ser o mais longevo e, de certa forma, inaugural, seria capaz de fornecer, a partir de seus arquivos, os subsídios necessários para se compreenderem os objetivos curriculares de formação docente. Optou-se pela disciplina Didática porque ela é capaz de revelar as diferentes alternativas curriculares vividas pela licenciatura desde a fundação da Universidade em 1934 até 2012. Para tanto, foram selecionados como fontes de pesquisa anuários, guias, processos internos e atas da Comissão de Graduação da Faculdade de Educação, porque estes documentos fornecem dados sobre o currículo oficial da disciplina.


Referências


CASTRO, A.D.; CARVALHO, A. M. P. de. (2012), Ensinar a ensinar– didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Cengage Learning, 195p.

CASTRO, A. D. de. (2012), “O ensino: objeto de Didática”. In: CAS- TRO, A.D.; CARVALHO, A. M. P. de. Ensinar a ensinar – didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Cengage Learning, p. 13-31.

COMENIUS. (2011), Didática magna. São Paulo: WMF Martins Fon- tes, 390p.

CORDEIRO, J. (2012), Didática. São Paulo: Contexto, 189p.

GARRIDO, E. (2012), “Sala de aula: espaço de construção de conhecimento para o aluno e de pesquisa e desenvolvimento profissional para o professor”. In: CASTRO, A.D.; CARVALHO, A. M. P. de. En- sinar a ensinar – didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Cengage Learning, p. 125-141.

GIL, A. C. (2012), Didática do ensino superior. São Paulo: Atlas, 283p. LIBÂNEO, J. C.; ALVES, N. (orgs). (2012), Temas de Pedagogia: diálogos entre a didática e currículo. São Paulo: Cortez, 551p.

MACEDO, E. (2006), “Currículo como espaço – tempo de frontei- ra cultural”. Revista Brasileira de Educação, nº 32, maio/agosto, p.

-372.

MACEDO, S. M. (2012), Currículo: campo, conceito e pesquisa. Petrópolis, RJ: Vozes, 150p.

MAKISHI, A. A. (2006), “As formas de organização da sala de aula, as práticas pedagógicas e as relações entre professores e alunos”. In: CATANI, D. B.; VICENTINI, P. P. Formação e autoformação: saberes e práticas nas experiências dos professores. São Paulo: Escrituras, p. 131-134.

MOREIRA, A. F. B. (2011), Currículos e programas no Brasil. Campi- nas, SP: Papirus, 192p.

PIMENTA, S. G. (orgs.). (2011), Didática e formação de professores: percursos e perspectivas no Brasil e em Portugal. São Paulo: Cortez, 287p.

SÃO PAULO. (1957), Decreto n° 12.511 de 21 de janeiro de 1942. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.

SÃO PAULO. (1936), Decreto n° 7.069 de 6 de abril de 1935. Imprensa Oficial do Estado.

SAVIANI, D. (2010), Interlocuções pedagógicas: conversa com Paulo Freire e Adriano Nogueira e 30 entrevistas sobre educação. Campinas, SP: Autores Associados, 290p.

_________. (2001), “Problemas e perspectivas da universidade pública brasileira hoje”. In: SHEEN, M. R. C. C. (orgs). Recortes da história de uma universidade pública: o caso da Universidade Estadual de Marin- gá. Maringá: Eduem, p. 329-338.

SNYDERS, G. (1995), Feliz na Universidade: estudo a partir de algumas biografias. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 189p.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. (1953), Anuário da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, São Paulo, volume I.

_________. (1953a), Anuário da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, São Paulo, volume II.

_________. (1995), Estrutura curricular da Faculdade de Educação. São Paulo.

_________. (1966), Guia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. São Paulo.

_________. (1937), Programa de cursos regulares e extraordinários. São Paulo.

.................

http://dx.doi.org/10.20336/rbs.68

DOI: 10.20336/rbs.68


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544

 

Indexado por:

Hispanic American Periodicals Index