Inovações Temáticas, “Guinadas” Teóricas e Tradição Intelectual no Brasil

Wilson José Ferreira de Oliveira, Fernanda Rios Petrarca

Resumo


Esse artigo  analisa a produção acadêmica das ciências sociais  brasileiras sobre  a te- mática “elites”.  Pretende-se dar  conta  tanto  das  inovações quanto dos  problemas e desafios que ainda persistem na produção brasileira sobre o tema.  Trata-se, primeira- mente, de examinar os principais objetos,  problemáticas teóricas e avanços metodo- lógicos  dos estudos recentes sobre  grupos dirigentes no Brasil. Em segundo, trata-se de apreender a dinâmica de acesso  aos principais espaços de produção das ciências sociais  no país, as concentrações regionais e as redes  de pesquisadores vinculados ao tema.  Tais resultados evidenciam a pertinência de uma  agenda de pesquisa reflexiva que  leve em conta  as condições e características próprias de construção dos grupos dirigentes em  situações como  a brasileira e que  recuse a utilização “dedutivista” e “reificante” de teorias, conceitos e metodologias importadas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.421

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13