A Sociologia Histórica: rumos e diálogos atuais

Karl Monsma, Fernando Afonso Salla, Alessandra Teixeira

Resumo


A sociologia histórica aborda processos de mudança e continuidade sociais  e revela a arbitrariedade de  muitos arranjos sociais. Os clássicos da  sociologia focalizavam processos de mudança social  e abordagens históricas predominavam na  sociologia alemã  entre  as guerras, mas só reemergiram com força a partir das décadas de 1960 e 1970 nos Estados Unidos, onde  a nova  sociologia histórica focalizava estruturas po- líticas e econômicas. A partir da década de 1980, a área dialoga  com abordagens en- fatizando a construção social  das identidades, as subjetividades e as representações coletivas, como a história oral, o feminismo ou os estudos pós-coloniais. Atualmente, este  subcampo resiste ao reducionismo e prioriza a análise processual de  atores  e eventos, além  das interações de processos sociais  distintas. Novas fronteiras na área incluem relações entre  reprodução e mudança social,  relações entre  processos indi- viduais e institucionais e o papel da  narrativa na  representação e interpretação da realidade social  desde múltiplos pontos de vista.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13