Reconhecimento, justiça e desigualdade: uma agenda de pesquisa

Fabrício Maciel, Cinara Rosenfield, Élen Schneider

Resumo


Este artigo apresenta uma  discussão sobre  o “estado  da arte” do tema  do Gru- po de Trabalho “Reconhecimento, justiça e desigualdade”, que  teve  sua  pri- meira  edição realizada no 18º Congresso Brasileiro de Sociologia, em Brasília, no ano de 2017. Na primeira parte, tentamos imaginar novas  aproximações e confrontos entre  os três principais expoentes desta  discussão: Charles Taylor, Axel  Honneth e Nancy  Fraser.  Na segunda parte, apresentamos brevemente alguns avanços deste  debate no cenário latino-americano. Na terceira parte, reconstruímos algumas repercussões e apropriações no ambiente acadêmico brasileiro, com  ênfase  na  obra  de três  autores: Jessé Souza,  Josué  Pereira da Silva e Céli Pinto.  Na conclusão, procuramos sugerir caminhos para possíveis desdobramentos teóricos e empíricos a partir de  uma  articulação criativa e inovadora entre  os três conceitos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.229

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13