Família, parentesco, instituições e poder no Brasil: retomada e atualização de uma agenda de pesquisa

Ricardo Costa de Oliveira, Mônica Helena Harrich Silva Goulart, Ana Christina Vanali, José Marciano Monteiro

Resumo


Famílias e determinados sobrenomes estão cada vez mais presentes no espaço político, seja  na  ocupação de  cargos  eletivos nas  diversas esferas  de  poder, como  também em funções de nomeação, na burocracia estatal. Famílias his- tóricas atuam em todas  as instituições sociais  e políticas de maneira decisiva, sendo um  retrato que,  de  forma  recorrente, sempre indicou historicamente uma  manifestação social  arcaica de regiões  específicas do Brasil.  Porém,  atualmente, tem-se  evidenciado que  a variável família & política abarca todo  o território nacional e tão menos é apenas uma  realidade brasileira. A despeito do inegável reconhecimento, pontuamos que  tais  discussões no âmbito aca- dêmico e científico vêm sendo retomadas, particularmente após os anos 1990. Cabe aqui  discutir e apontar como esse objeto foi apropriado, construído com centralidade e debatido analítica e metodologicamente nas  Ciências Sociais Brasileiras das últimas décadas.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.225

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13