Revisitando os fundamentos das modernidades periféricas: dádiva, mercado e pacto colonial

Paulo Henrique Martins

Resumo


As particularidades das modernidades nas atuais sociedades pós-coloniais na América Latina se explicam a partir da análise do caráter paradoxal dos pactos coloniais. Tais paradoxos resultam da variedade de lógicas instituintes do imaginário sócio-histórico da colonização, em particular aquelas da dádiva e do interesse mercantil, que influíram sobre os processos de desenvolvimento periféricos. Diríamos que a colonialidade contribuiu com seu próprio artesanato para a configuração da sociedade global e que ela continua sendo importante para entender certas particularidades do desenvolvimento do capitalismo e das possibilidades de reação altersistêmicas ao capitalismo no sistema-mundo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13