Violência difusa, medo e insegurança: as marcas recentes da crueldade

César Barreira

Resumo


O debate sobre violência está presente em todos os espaços sociais, repercutindo de modo diferente nas pessoas e instituições universitárias, sociais, políticas, econômicas, além dos meios de comunicação. O tema trona-se, assim, um desafio para os especialistas de interpretar a nova configuração deste fenômeno, ancorado em largas manifestações e práticas, classificadas como violentas. Atenta-se, do ponto de vista teórico-metodológico, à necessidade de se construir social e culturalmente o fenômeno da violência, nas pesquisas concernentes à violência e aos conflitos sociais, considerando ser esse fenômeno intensivamente permeado pelo modismo e em razão dos apelos da sociedade. Este artigo tenta dar conta de aspectos diferentes que circulam à órbita da temática, tendo como suporte ou inspiração os debates ocorrentes no Brasil, incorporando algumas reflexões já encetadas por mim em outros trabalhos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.30

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13