Redes e movimentos sociais projetando o futuro

Ilse Scherer-Warren

Resumo


Este artigo tem dois objetivos principais: inicialmente, discutir como surgiram e se desenvolveram na sociologia e nas ciências humanas brasileiras estudos sobre movimentos sociais através das abordagens das redes sociais e quais seus principais encaminhamentos teóricos; em segundo lugar, desenvolver uma proposta teórico-metodológica para a análise dos movimentos sociais contemporâneos, especialmente situados no Sul global e, em particular na América Latina. Para tanto remeteu-se às contribuições dos estudos descoloniais e das redes sociais, examinando como esses podem se complementar, cooperando mutuamente para a construção de novas sínteses ou modelos interpretativos das diversas modalidades do ativismo contemporâneo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13