Efeitos do PAC sobre a economia e o mercado de trabalho da região metropolitana de Natal

Marcelo Henrique Neves Pereira

Resumo


O presente estudo tem como objetivo analisar os efeitos do PAC 1 e 2 sobre a economia e o mercado de trabalho dos municípios mais integrados da região metropolitana de Natal-RN. Para isso realizou-se inicialmente uma contextualização sobre a região em análise, e posteriormente uma descrição dos investimentos do PAC sobre o estado do Rio Grande do Norte apontando toda as especificidades da fase 1, a qual objetivou estruturar o país para dar condições de crescimento, e da fase 2, que priorizou projetos, obras e ações nas regiões metropolitanas a fim de amenizar problemas históricos, gerar emprego e renda. No que diz respeito à metodologia esse estudo inspirou-se na taxionomia de Vergara (2000). Quanto aos fins, a pesquisa é explicativa e descritiva. Quanto aos meios a pesquisa é documental e bibliográfica. Ressalta-se que foram utilizados dados secundários como subsídio da investigação, sendo as ações e investimentos do PAC as variáveis independentes, e o PIB dos municípios objeto do estudo, as unidades locais, o volume do pessoal ocupado, e os salários médios mensais, as variáveis dependentes. Ademais, esse estudo teve como alicerce dois recortes de tempo, entre 2007 e 2010 (PAC 1), e entre 2011 e 2013, período referente ao PAC 2. Destaca-se que em função da ausência de dados importantes do ano base 2014, a análise limitou-se ao referido período. Os resultados apontaram que, de uma maneira geral, os investimentos do PAC 1 e 2 apresentam evidências de conexão com os bons resultados da economia e do mercado de trabalho dos municípios mais integrados da RMN, principalmente em função dos investimentos estruturais focados na logística, na fase 1, e dos investimentos específicos na região metropolitana na fase 2, os quais amenizaram consideravelmente os efeitos da crise mundial iniciada em 2008. Por fim, as análises ratificaram a significativa correlação e importância das políticas públicas locais de desenvolvimento, apoiadas pelo governo federal, em destaque o PROADI e o PRODETUR, sobre os resultados positivos da economia e do mercado de trabalho da região analisada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20336/rbs.194

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Brasileira de Sociologia - RBS

ISSN Impresso: 2317-8507

ISSN Eletrônico: 2318-0544


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.

Indexado por:

 Hispanic American Periodicals Index

INDEX h5 

h5-index 8  /  h5-median 13