14/05/2017

SBS LAMENTA O FALECIMENTO DO PROFESSOR ANTôNIO CANDIDO

       Foi com profunda tristeza que a SBS recebeu a notícia do falecimento do Professor Antônio Cândido que ao longo de sua vida acadêmica, contribui de maneira decisiva para a renovação das ciências sociais e particularmente para a sociologia.   

     A pedido da Presidência da SBS, a Professora Mariana Chaguri, do Departamento de Sociologia da Unicamp, redigiu esta breve nota sobre a contribuição acadêmica do Professor Antônio Cândido.

Formado nas primeiras turmas do curso de Ciências Sociais da então Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da USP, Antonio Candido pavimentou uma trajetória entre a Sociologia, a Crítica Literária e o debate público de temas e problemas de seu tempo que o transformaram num dos mais importantes intelectuais brasileiros.
Entre a investigação e o debate de temas da cultura e da formação da sociedade brasileira, Candido compõe o Grupo Clima. Em companhia dos amigos e também críticos Paulo Emílio Salles Gomes, Decio de Almeida Prado, Lourival Gomes Machado, Ruy Coelho e Gilda de Mello e Souza, com quem seria casado por toda a vida, o grupo edita, entre 1941 e 1944, dezesseis números da revista Clima e marca sensivelmente o debate sobre a produção artística, intelectual e cultural do país.
No mesmo período, Candido também se tornou professor assistente de Fernando de Azevedo na Cadeira de Sociologia II, função que desempenhou entre 1942 e 1958. Em 1954, apresentou sua tese de doutorado, Os parceiros do rio Bonito, publicada dez anos depois na coleção “Documentos Brasileiros” da editora José Olympio. Dedicada ao estudo dos parceiros rurais na região de Bofete, interior de São Paulo, a obra é construída em torno da investigação dos problemas de subsistência dos caipiras, numa investigação que o autor nomeia como uma “sociologia dos meios de vida”.
O estudo daquilo que define como o “mundo rústico” e os aspectos centrais da crise dos meios de vida dos parceiros, ajudará a adensar reflexões posteriores sobre o campesinato e o mundo rural brasileiro, tal qual aparece, por exemplo, na reflexão de Maria Isaura Pereira de Queiroz.
O olhar dedicado aos elementos críticos da dinâmica social brasileira aparece também na comunicação “O papel do estudo sociológico da escola na Sociologia Educacional” que Candido apresenta no I Congresso Brasileiro de Sociologia, em 1954.
 
Enquanto se dedicava à escrita de sua tese de doutorado, Candido também trabalhava no projeto de investigação que culminou em Formação da literatura brasileira: momentos decisivos (1959). Em um caso ou em outro, a entrada nos problemas via concreto, integra um repertório analítico toma a crítica e a crise como pistas de leitura e interpretação dos problemas decisivos da sociedade brasileira, bem como do modo como aparecem refratados na ficção nacional e na busca de um povo por sua literatura.
Pouco a pouco, o direito à literatura e a reflexão sobre os aspectos de crise e reinvenção visíveis na dinâmica da sociedade brasileira, Candido enfrentará escrevendo importantes obras de crítica literária e de sociologia, tais como Literatura e Sociedade (1965) e O discurso e a cidade (1993).
Tendo na Sociologia um ponto de vista para falar sobre a sociedade, Candido sistematizou uma interpretação original, vigorosa e criativa sobre o Brasil, formou gerações de críticos e estudiosos de literatura, interviu ativamente na dinâmica institucionais e de ensino das universidades brasileira, propondo novos programas de ensino ou empenhando-se na criação de novos espaços de ensino e pesquisa como ocorreu com o Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp.

Antonio Candido ajudou a forjar, assim, novos padrões de vida intelectual e inserção institucional que ajudaram a conformar uma universidade e uma educação pública vibrantes, atentas aos impasses da sociedade e ao encaminhamento de suas demandas. 



REVISTA BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA

O principal foco da Revista é a produção acadêmica e cientifica acerca da realidade brasileira e mundial contemporâneas.

Leia mais


Sociologies in Dialogue

Sociologies in Dialogue is a semiannual publication of the Brazilian Sociological Society focused on presenting unpublished articles in the field of Sociology

Leia mais




programas de pós-graduação

12/10

Concurso para Professor na Universidade Federal do Maranhão

01/10

Processo Seletivo Programa de Pós-Graduação em Sociologia 2015/20...

03/07

IX Jornada de Alunos PPGA/UFF 2015.




SECRETARIA GERAL

SBS - Sociedade Brasileira de Sociologia
PUCRS - PPG em Ciências Sociais
Avenida Ipiranga, 6681 - Partenon
CEP: 90619-900 - Porto Alegre, RS
secretaria@sbsociologia.com.br

SIGA NAS REDES SOCIAIS


Desenvolvido por Master Tecnologia